RITUAL RÍTMICO FACTORY REC




RITUAL RITMICO 2017

FACTORY JAM SESSION

== == == == == == == == == == == == == == == == == == == == ==

╭━━━╮╱╭╮
╰╮╭╮┃╱┃┃
╱┃┃┃┃╱┃┃
╱┃┃┃┣╮┃┃
╭╯╰╯┃╰╯┃
╰━━━┻━━╯
╭━━━╮╱╱╱╱╭╮
┃╭━╮┃╱╱╱╱┃┃
┃┃╱┃┣━╮╭━╯┣━━┳━┳━━┳━━┳━╮
┃╰━╯┃╭╮┫╭╮┃┃━┫╭┫━━┫╭╮┃╭╮╮
┃╭━╮┃┃┃┃╰╯┃┃━┫┃┣━━┃╰╯┃┃┃┃
╰╯╱╰┻╯╰┻━━┻━━┻╯╰━━┻━━┻╯╰╯
(Nego Preto Discos / DJ Ultramen)


╭━━━━╮╱╱╱╱╭╮
┃╭╮╭╮┃╱╱╱╱┃┃
╰╯┃┃┣┻━┳━╮┃╰━┳━━╮
╱╱┃┃┃╭╮┃╭╮┫╭╮┃╭╮┃
╱╱┃┃┃╰╯┃┃┃┃┃┃┃╰╯┃
╱╱╰╯╰━━┻╯╰┻╯╰┻━━╯
╭━━━╮
┃╭━╮┃
┃┃╱╰╋━┳━━┳━━┳━━┳━━╮
┃┃╱╭┫╭┫╭╮┃╭━┫╭━┫╭╮┃
┃╰━╯┃┃┃╰╯┃╰━┫╰━┫╰╯┃
╰━━━┻╯╰━━┻━━┻━━┻━━╯
(vocalista da Ultramen)

╭━━━╮╱╭╮
╰╮╭╮┃╱┃┃
╱┃┃┃┃╱┃┃
╱┃┃┃┣╮┃┃
╭╯╰╯┃╰╯┃
╰━━━┻━━╯
╭━━━╮╭━━━┳╮╱╱╭┳━━╮
╰╮╭╮┃┃╭━╮┃╰╮╭╯┣┫┣╯
╱┃┃┃┃┃┃╱┃┣╮┃┃╭╯┃┃
╱┃┃┃┃┃╰━╯┃┃╰╯┃╱┃┃
╭╯╰╯┣┫╭━╮┣╋╮╭╋┳┫┣┳╮
╰━━━┻┻╯╱╰┻╯╰╯╰┻━━┻╯ 
(RTMF / Factory)


convidam:
Chico Abreu | Baixo da The Skrotes

Arte: Pablo Bizart

LIMITE DE 50 (CINQUENTA CONVITES)

JAM SESSION com
D J A N D E R S O N
Colecionador de discos, Anderson começou como todo DJ, discotecando em reuniões dançantes para amigos. Em 1986 fez sua primeira festa como profissional, a chamada Grupo Jara Musisom, clássica festa de black music de POA. Com a galera do Grupo Jara, ele conheceu e aprendeu muito sobre black music e equipamentos de som, principalmente sobre o toca-discos e o mixer, já ligado no bom e velho bolachão, o vinil.

A partir disso, o então Dj Anderson, discotecou por várias casas noturnas de POA e grande POA, formou seu primeiro grupo de rap, o BOOGIE FRIENDS, que tinha Nego Guto como MC. Enquanto discotecava por lugares como, Garagem Hermética, Big House, Gueto, Sindicato dos Metalúrgicos e Axé Bahia, participou de vários grupos, entre eles o L.O.R.D.S.(LEGIÃO ORGANIZADA REVOLUCIONÁRIA DOS DIREITOS SOCIAIS), além de emprestar suas mixagens para projetos de outros artistas, como DE FALLA, com participação na faixa FLASHBACK do disco TOP HITS e Bataclã FC, no álbum ARMAZÉM DE CONDIMENTOS.

No L.O.R.D.S, com quem ficou até 1996, lançou o vinil Homem Errado. Nessa época, num projeto que juntava L.O.R.D.S e Ultramen num mesmo show, no Porto de Elis, Anderson foi convidado a participar do show de lançamento do primeiro e homônimo disco da Ultramen, e em seguida fazer parte da gravação e composição do segundo álbum, entitulado Olelê. No terceiro disco da banda, o Incrível Caso da música que Encolheu e Outras Histórias. Já conhecido pela galera apenas como Dj, passou a ser integrante da banda, com quem gravou o quarto e mais recente álbum Capa Preta.

Sem deixar de lado as pistas e a Ultramen, Anderson criou seu próprio selo, o Nego Preto Discos, totalmente independente, pelo qual produz e lança trabalhos de outros artistas, pois sabe das dificuldades que os Djs e MCs enfrentam no Brasil, e principalmente acredita no valor do produto que a galera têm nas mãos. Em seu estúdio caseiro dedica-se a fazer as produções de beats, instrumentais, arranjos, scratchs e colagens, boa parte para as produções desses artistas.

Com o selo, e na batalha em manter viva a cultura dos Djs e dos discos de vinil, lançou em parceria com a Ultramen o Ep Olelê (com seis faixas do disco da banda) e o Terrorismo Sonoro vol. 1 e 2, vinil dedicado a Djs, MCs, produtores musicais e colecionadores, com batidas, efeitos, colagens, vozes (capelas) e instrumentais que já fazem parte das músicas da Ultramen. O Nego Preto Discos também lançou o EP Gauchada Nervosa Ultrapassando Barreiras, do grupo Manos do Rap, do qual ele faz parte como Dj e produtor Musical.

Sempre preocupado com projetos sociais, um dos pioneiros do movimento hip hop de Porto Alegre, participou de várias ações, como oficinas de discotecagem em comunidades carentes, escolas públicas, casas de detenção de menores e em centros sócio-culturais, levando informação musical e ensinando a galera a trabalhar com o toca discos, que desperta sempre muita curiosidade na gurizada.

Atualmente, paralelo ao seu trabalho com a Ultramen e às produções do Nego Preto Discos, Dj Anderson continua discotecando em festas de hip hop e black music, sempre preservando a cultura musical nacional, produzindo fusões como hip hop e samba, milonga e rap, e valorizando muito os grupos locais que fazem um bom som pra agradar a galera na pista.

Website : www.negopreto.com.br
Email : negopretodiscos@yahoo.com.br
Contato : 51. 9 98389422

T O N H O C R O C C O
Dentre os personagens da história recente da cena alternativa em Porto Alegre, Tonho Crocco pode ser considerado como um dos nomes mais importantes. Desde o início da sua caminhada musical, com a banda Ultramen - com quem lançou cinco trabalhos

Um branco de alma Black. E inquieto. E extremamente musical.
Em 91, através de um anúncio de rádio, ele assume os vocais da Ultramen. E em 16 anos de banda produz muita, mas muita coisa boa. Paralelo a isso, como se não bastasse capitanear uma das bandas mais importantes e criativas do Brasil de todos os tempos, Tonho gravou um disco como vocalista do De Falla (1996), pegou a estrada fazendo quase 500 shows com a Black Master (1993-1997), é co-fundador da Casa da Sogra (banda pioneira no resgate do samba rock em POA) (2001), criou a big band Tonho Crocco e Brazilian Sound Machine (2005), entre outras inúmeras atividades.

Tonho compôs vários hits da Ultramen e a parada por tempo indeterminado da banda não parou sua capacidade vital de trabalhar com música. Cinco dias depois do último show da Ultramen, partiu para uma temporada de seis meses em Nova York e lá fez de tudo um pouco: dia 27 de junho fez seu primeiro show no MI-5 Bar, com músicos de todo mundo residentes em NY (americanos, cubanos, porto-riquenhos e até brasileiros!!!)

Depois vieram shows no Zync Bar de bossa nova com Cidinho Teixeira (gaúcho radicado em NY que já gravou com Tim Maia), no bar Nublu com a funkeira capixaba Zuzuca Poderosa, Drom Bar e Rose Bar. Também é DJ residente de "brazilian music" no restaurante Miss Favela semanalmente.
Tonho Crocco gravou no estúdio Music Building cinco músicas inéditas com produção do londrino Simon Katz (guitarrista do Gorillaz e do Jamiroquai de 1995-2000) e do brasileiro o lendário saxofonista/flautista Zé Luís Oliveira carioca radicado em NY há 18 anos; bisneto do escritor gaucho ÁLVARO MOREYRA; como músico e engenheiro de som, gravou mais de 200 discos.
Em 2008 e 2009 Tonho Crocco dá continuidade a sua carreira solo divulgando seu trabalho pelo Brasil

Europa 2010 Tour. O tour de 3 meses começou em Londres, se apresentando no Favela Chic (com ADRIANO TRINDADE e multi-instrumentista ULISSES BEZERRA, filho de Bezerra da Silva), o South Bank Centre, Barraco Bar, Raízes (tocar com o ex-Ultramen LUCIANO AKA PERU), Espiritual (onde jogou três vezes) e Clube do lendário Ronnie Scott Jazz com Fábio Allman, o vocalista do MONOBLOCO. Em uma noite memorável no Favela Chic de Paris dividiu o palco com ADRIANO TRINDADE e DOUSSAIN BERTRAND (fundador do Farofa Carioca). Finalizando a turnê em Barcelona, ao lado do amigo, músico e luthier ANGELO MAESTRI, jogado em Picasso, Harlem e Mondo. O grand finale foi um videoclipe dirigido pelo catalão Joan COSTA para o primeiro álbum: O LADO BRILHANTE DA LUA (The Bright Side of the Moon) - 2010 registros Rei Momo Gravado e mixado no Estúdio Bemol Mu em Porto Alegre por Gilberto Ribeiro, masterizado por JULIO PORTO (guitarrista da Ultramen) no Abbey Road Studio e produzido pelo Rei Momo.

website : www.tonhocrocco.com
myspace : www.myspace.com / tonhocrocco
twitter : www.twitter.com / tonhocrocco
contatos para shows : www.centraldebandas.com.br
Central Entertainments De Bandas (55) 51-3212-8577 Porto Alegre-BRASIL

Comments

Popular Posts